quinta-feira, 26 de março de 2009

Lula Queiroga, olhando o movimento.


A mente em ação. Lula Queiroga é completo. Ouve, cria, escreve, produz. É acelerado e inquieto. Tudo alimenta sua alma artística, a música está em todo canto, independente da celebração. Ele Tem Juízo Mas Não Usa. Usa sim, nos momentos devidos.
Nesta quinta-feira, 26 de março, o Teatro da UFPE, o recebe para lançar seu novo disco, terceiro de sua carreira solo (antes de tudo, existe o Baque Solto (1983) Lenine & Lula Queiroga) - Aboiando a Vaca Mecânica (2001) e Azul Invisível, Vermelho Cruel (2004); Tem Juízo Mas Não Usa (2009).
Inicialmente nomeado de Tudo Enzima, este projeto começou a ser formulado há 3 anos, dentro do estúdio da Luni (Produtora de Lula e Dani Hoover, sua esposa). Foram surgindo primeiras canções, experimentações sonoras, parcerias nas composições, temas em cima de paisagens e danos ambientais. O Tem Juízo Mas Não Usa vem com a força das novas tecnologias, com a vontade de fazer música, ruído, barulho. São 15 músicas e uma delas, Belo Estranho Dia de Amanhã, foi gravada pela Roberta Sá em seu último disco. Lula pensa alto, é o verbo e a verba. Existem mais de 200 composições que foram gravadas por diversos intérpretes. Ele é multi-pluri-culturalidade.
Tudo Enzima virou Tem Juízo Mas Não Usa devido às pérolas das falas populares. Como herança, Lula ganhou do pai o hábito de colecionar palavras, frases. Com ajuda de Dani, lá no Rio de Janeiro, eles mudaram. O nome foi aceito e se tornou música com parceria de Pedro Luís.
Hoje, ele está completo, prestes a cegar o juízo e estourar os ouvidos de quem absorve. Cheio de participações especiais (e particulares do dia-a-dia) de Lenine, Lirinha, Pedro Luiz, China, Sérgio Dias Baptista, Felipe S, Digital Groove, Júnior Black, Jr Tostoi, Silvério Pessoa, Pupilo e outros. Lula avisa: "Os que ficaram de fora, cabe no outro disco."
O encarte do CD tem a foto de Luca, o filho de Lula. Luca tem de tudo, até juízo. Mas como é de família, só usa quando quer.
Com certeza, será um disco bem falado durante o ano. Quem conhece, sabe da afinidade e parceria entre Lula e Lenine. Mas me perdoe o premiado Labiata do Lenine do ano passado, mas Tem Juízo Mas Não Usa é muito mais sonoro. Lula Queiroga é o atirador, tarda mas não falha.

A promo de divulgação para esse lançamento foi super pesada. Muito bem elaborada e divulgada. Inicialmente, tudo foi feito pela internet. Myspace, blog, orkut, twitter, flickr, youtube. Um pouco disso tudo foi preciso. Em 15 dias mais de 25mil acessos no Myspace, metade as músicas do novo CD estão na lista. O blog e o twitter, é como se você tivesse trocando uma ideia com Lula. Totalmente a cara dele, a Disneylândia de seus pensamentos. O Flickr foi o ponto máximo de ligação e aproximação entre o público. Pessoas do mundo inteiro enviaram fotos para tornar parte do cenário do show - durante o show, imagens serão projetadas no fundo do palco. Pelo youtube e orkut, mostraram inovações.

Tragam a vasilha! Lula Queiroga tem de tudo pra mostrar, até juízo.

O show esperado por muitos, está aí:
26 de março, às 21h
Teatro da UFPE - Recife
Ingressos antecipados: R$20,00 (inteira) e R$10,00 (estudante)
Ingressos na hora: R$30,00 (inteira) e R$ 15,00 (estudante)


Um comentário:

Ananda Urias disse...

Ele se garante demais!
Mas o blog tá massa, tá massa.. mas cadê você? vamos brincar de voltar a escrever?? :*